CLICK HERE FOR THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES »

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

cordel no carnaval do salgueiro

CORDEL NO SALGUEIRO
*
O Cordel que já vivia
Nos cafundó do sertão
Primeiro chegou ao rádio
Depois a televisão
Agora na mão de bamba
Será enredo de samba
Embalando a multidão.
*
Quero ver o salgueirense
Levantar a arquibancada
Na cadência do cordel
Quero ouvir a batucada
Vou fazer um escarcéu
Vou tirar o meu chapéu
Vou pra avenida animada.
*
Eu quero ver o triângulo
Repinicando alegria,
O zabumba e a sanfona
Unindo-se a bateria
O som vindo do agreste
É som de cabra da peste
Que de fato contagia.
*
Eu quero ver o salgueiro
Dando conta do recado
Enaltecendo o cordel
Com este enredo arretado
Quero ver a multidão
Saudando com animação
O meu cordel encantado.
*
É o branco e o encarnado
Dando cor ao carnaval.
É o cordel desfilando
Num enredo sem igual.
É no Rio de Janeiro
Que faz bonito o salgueiro
E o cordel dá seu aval.
*

Texto Dalinha Catunda

3 comentários:

Gracita disse...

Oi Nelcima.
Este cordel é maravilhoso. Falar do Samba enredo do Salgueiro foi brilhante. Parabéns pela escolha. O cordel da Dalinha é genial.
Bjsssss
Gracita

Nelcima De Morais disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nelcima De Morais disse...

obrigada pela visita e que Deus lhe abençoe sempre. bjos!